Jardim vertical

jardim vertical
Outra opção bacana para quem tem pouco espaço mas gosta de plantas é fazer um jardim vertical. Aos poucos as plantas vão crescendo e tomando conta da parede de uma forma fascinante. O legal é misturar plantas que caem, as quais devem ficar em cima, com plantas que sobem, as quais devem ficar em vasos no chão…mesclar flores com plantas verdes…ai é só lembrar de regar …que a natureza faz o resto…
Com carinho
Louisette

Anúncios

Da conversa: Casamentos e simbologias

Bom dia!

Eu sempre senti atração pelas flores de laranjeiras. São de uma natureza pura, verde e branca. E na escolha do meu vestido de noiva, desejei rendas rebordadas dessa árvore.

Minhas amigas e artistas Rose (Dona) e Patrícia (Moça), da belíssima marca Dona Moça, encontraram e fizeram para mim!

a2a1

A primeira parte do meu vestido foi um tomara que caia, de cetim de noiva. A segunda parte foi uma camisa de renda, rebordada com a mesma renda, mais mini canutilhos de vidro e miçangas. A terceira parte do vestido, foi uma saia de gazar de seda, com cós plissado. Acrescentamos botões na parte da frente do vestido e nas mangas. O véu foi feito de tule italiano, rebordado com a mesma renda da camisa do vestido.

Igualmente mais que especial, ficou o vestido da minha mama, feito por elas também. Um vestido azul marinho de seda e musselin, e casaqueto de renda de guipir todo rebordado com as mesmas flores e pérolas. E um facinator para completar o look.

Fizeram tão bem, que até a minha paz interior se apaixonou!

Depois, acabei descobrindo que usar essas flores no dia do casamento é simbólico. Os antepassados usavam as flores de laranjeiras porque as consideravam um talismã para assegurar tanto uma família numerosa como a felicidade nupcial. Os antigos romanos tinham o costume de atirar flores no trajeto da noiva, acreditando que as pétalas fariam a noiva ter sorte e dar carinho ao marido.

Amém.

Julia.

Pelas ruas de Kensington

É uma delícia sair para caminhar pelas ruas de Kesington em Londres. A arquitetura elegante, as flores que ainda persistem apesar da chegada do frio, o charme dos pequenos restaurantes que se escondem pelas alamedas …as praças impecavelmente mantidas…Aqui estão algumas fotos que tirei semanas atrás…Se você for para lá, desfrute dessa região, e nao deixe de parar para um happy hour, guarde um tempinho para espairecer, sentar num banco ao ar livre e ver as pessoas passarem…simplesmente delightful!! com carinho…Louisette…