Nossa eterna Julia Child

Cheia de personalidade, Julia Child é a minha inspiradora maior na arte culinária e como ser.
Ela foi uma mulher brilhante em sua integridade. Uma apaixonada esposa que de tanto amar a vida, viu novos caminhos a desvendar, não importando a sua idade, cultura ou situação financeira. Ela resolvia tudo sem perder a pose.
Separei um vídeo que agrada muito por sua maneira de ser e lidar com antigos conceitos.
Prestem atenção quando ela virar a panqueca de batatas. E aprendam com o seu dizer: “-Lembre-se. Se você está sozinha na cozinha, quem vai ver?”

Com sua doçura e espontaneidade, ela introduziu receitas francesas nos Estados Unidos com sorrisos soltos, e dedicou muito do seu tempo a ensinar que é fácil cozinhar, só basta um pouco de humor e truques para aprimorar suas receitas.
Estou certa que a melhor receita que ela nos deu foi a de viver feliz, encontrar saídas, surpreender quem você ama, decorar sua casa com aquilo que você é, sejam corações de papéis ou utensílios culinários que ela expunha nos quatro cantos de sua cozinha.
Ela ensinou o essencial. E que dezembro traga a vocês, leitores queridos, maravilhosos momentos de comunhão e felicidade plena. Fartura tanto na mesa, quanto nos sentimentos mais sinceros que temos. Gratidão.

J.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s