De onde vem os grãos

grãosA história do homem está intimamente ligada à história dos grãos.

Há muito tempo, arqueólogos já encontravam trigo fossilizado junto a ossos humanos.

Os cereais sempre foram alimentos básicos dos nossos antepassados. O esqueleto é a prova imortal de que a vida é um caminho através de paredes e de culturas. É aí que passamos a ver.

O maná que veio do céu. A costela a menos no homem. 

Uma criança se lança totalmente nos braços de quem ela confia. A segurança foi conquistada com amor e educação. Quando ela reconhece, ela descansa, ela espera, e ela ensina o mundo a ser também um filho.

No caminhar da humanidade, não deixamos de ser nômade. De colher os vegetais à medida que encontrávamos, passamos a plantar ordenadamente.

Da maneira que surgia a tentativa de progresso da humanidade na sua evolução social e intelectual, surgia o cultivo. Mas há sempre mais para ver. 

Não deixamos de caminhar porque precisamos alimentar a alma também.

Aprendi a viver um dia após o outro dia, preenchendo o coração com gratidão, acima de tudo. Ao longo de uma estrada, vi a luz do entardecer na plantação que ia surgindo. As cores suaves poliam o céu e o meu rosto. 

Há um tesouro, há sempre um tesouro a ser descoberto à sua frente.

Uma plantação pode dar grãos, mas a chuva, as nuvens, o sol, o trabalho do homem, e todas as forças ligadas ao crescimento dos alimentos, carregam consigo também as preciosas sabedorias.

Trouxe para casa esse sol que se fez tão infinito à minha passagem.

grãos2

J.

 

Anúncios

Um comentário sobre “De onde vem os grãos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s