Estação Verão

fotoO verão vai se fazendo em cenas.

Uma manhã de calor precoce.

O semblante franzido, rebelde, do menino
recebendo protetor solar no rosto.

O dinheiro miúdo dobrado
e enfiado na sunga.

Um guarda-sol voando.

Os frangos assando girando nas calçadas
são calor em cima de calor.

E o sono queimado e cansado
depois da salada de frutas.

A tragédia da casca de chocolate,
aguardada, espatifada no chão.

A regata que pesa e que arde nos ombros.

O cheiro do caladril.

Uma chuva que cai de repente,
exagerada, apressada.

O movimento na rua no começo da noite
com cheiros de banho e de loções refrescantes.

O baralho, o dominó, a novela,
e o macarrão à bolonhesa.

Elogiar a caipira é motivação
para que o autor repita a proeza.

O futebol disputado em peladas
com craques, comentaristas,
peixinhos, gols de letra.

E o tricot que dependendo a conversa
tem pedaços com ponto mais apertado.

O pai que volta ao trabalho e deixa a família
de segunda a sexta.

E a propaganda de material escolar
que é o terror, é o pavor das crianças.

São cenas vistas da janela do trem
que passa lento pela estação verão!

Ass: O Beleza!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s