Decoração Autoral e A Parisiense

Queridos leitores,

O livro A Parisiense, de Ines de la Fressange é uma inspiração! Como sempre, cada trecho que leio é fantástico! Daquelas obras que deixam seu coração alto de estima e prazeres. E o que gosto desse livro também é a simplicidade com que se aborda a liberdade de ser você mesma, caso queira manter autêntica sua alma!

Eis que passei a ver que a nossa casa também é personificada e customizada de acordo com a nossa história, as nossas experiências vivenciais.

Inspirada nesses bons momentos de leitura, aliei as dicas de A Parisiense com as que chamo de Decoração Autoral. Resumi em palavras-chaves, espero que sejam úteis para vocês:

Estilo – Combine o seu espaço com a sua natureza, mantenha somente aquilo que tem significado para você, assim ele se torna agradável e confortável.

O que A Parisiense diz: “(…) Você não precisa nascer em Paris para ter o estilo da parisiense. Eu sou o melhor exemplo disso: nasci em Saint-Tropez! Ter um estilo “made in Paris” é mais um estado de espírito. Ser alternativa e nunca burguesa, por exemplo. A parisiense jamais cai na armadilha das tendências: ela respira o l’air des temps e as usa com critério, eis sua receita secreta! E sempre tem um objetivo: divertir-se com a moda.”

Imaginação – Antes de definir e modificar os espaços, decida como a sua casa funcionará melhor para você.

E A Parisiense: “Ora, é preciso sempre imaginar como aquilo se integraria ao nosso guarda-roupa. E não pensar que uma peça bem-apresentada na loja, com a luz perfeita, será sempre uma boa compra. Assim você evitará o mantô alaranjado vivo quando seus cabelos forem ruivos e a minissaia prateada com babados quando as suas coxas não se prestam exatamente a isso. Conhecer os limites da moda é uma arte!”

Essência – Só tenha em casa e use o que você gosta, o que não for importante ou sem razão, e sem lembranças suas, jogue fora.

E o que A Parisiense diz: “(…) Mesmo com um orçamento médio, há mil maneiras de compor um visual simpático. Afinal, não precisamos de muita coisa. É melhor ter poucos suéteres, paletós, mantôs, mas de boa qualidade. Não se deve visar à quantidade. É preciso saber eliminar. A mentalidade “isso eu guardo para quando for pintar a casa” também não funciona! É preciso se desfazer do que não é essencial. Há várias instituições para isso, e muitas pessoas desfavorecidas. Uma coisa é certa: a melhor forma de começar bem o dia é abrir um armário com poucas peças, mas bem-organizado.”

Avaliação – Se algo parece estranho ou incomodar, pare para observar ou tire fotos, e teste mudar de lugar as coisas.

“ (…) Descombinar e não ser elementar é seu esporte preferido. Acrescentar dois ou três detalhes um pouquinho absurdos pode transformar uma produção, dando-lhe um ar ligeiramente maluco. É claro que misturar às vezes é arriscado. Um erro fashion pode acontecer, mas a parisiense sempre dá um jeito de transformar sua gafe em estilo. Ela também sabe que seguir regras de elegância com rigor não é uma boa ideia.”

Referência – Não compre tudo novo só porque é novo, sua casa precisa ter referência da sua história.

“(…) Considera que tem talento quanto uma estilista: porque pagar caro por uma produção que ela mesma poderia ter imaginado? A parisiense tem essa arrogância de achar que nunca estará fora de moda. Ela não liga para a moda. Embora sempre use um pequeno detalhe provando que domina as tendências. E aí que está o seu charme.”

Beleza – Manter a casa limpa e organizada reflete num bom astral. Essa é a beleza que vem de dentro para fora. Não precisa viver em função de arrumar a sua casa, às vezes as coisas saem do lugar. Casa também é dinâmica.

“(…) Para sempre ficar bela:

– Ser asseada;
– Ser cheirosa;
– Ter dentes bonitos;
– Sorrir;
– Ser indulgente, ou seja, ter facilidade em perdoar os erros dos outros. Ser tolerante;
– Ser descontraída e esquecer a idade;
– Ser mais simpática e mais tranquila;
– Ser menos egoísta;
– Estar apaixonada por um homem, um projeto, uma casa. Isso tem o efeito de um lifting;
– Só fazer o que tem a ver com a gente;
– Aceitar que existem dias ruins. E aproveitar os dias bons!”

Viva – Para deixar a casa mais aconchegante e com vida, invista em plantas. A natureza viva é essencial.

“(…) Todas temos uma amiga típica que fica linda, ainda que se vista com qualquer trapo, não é? Pois é exatamente isso que busca qualquer mulher de Paris: a elegância natural.”

Iluminação – Durante o dia, aproveite da luz natural, com janelas grandes e arejadas, cortinas leves. A noite, capriche na funcionalidade, com um projeto luminotécnico pensado primordialmente por você. Valorize seu espaço.

“(…) Menos é mais, e ainda que se recomende a vaidade como o segredo para nos manter sempre jovens, a naturalidade é o que impera.”

Conforto – Essencial para a sua alegria! Não adianta só ter móveis bonitos, para você se sentir bem é preciso ter móveis confortáveis.

“(…) Você nunca vai ouvir uma parisiense se queixar de que a saia está muito curta, o vestido muito apertado e os sapatos muito altos. Todas as garotas que entendem de estilo chegam à mesma conclusão: “O segredo de um bom estilo é sentir-se bem dentro da roupa.” Elas conhecem o próprio corpo, sabem o que lhes fica bem e o que combina com o seu modo de vida. “

Cores – A falta de contraste numa decoração pode cansar, dê um toque de cor, ainda que neutra em paredes e objetos.

“(…) Fica mais orgulhosa com uma descoberta no super mercado da esquina do que ser a última a possuir o último modelo de it bag, carrérrimo, sobretudo se é vendido em lista de espera (que vulgar!). Seu guarda-roupas é habilmente composto de coisas baratinhas, de roupas compradas em viagens e de algumas peças luxuosas.”

C’est facile!

Julia.

Anúncios

Um comentário sobre “Decoração Autoral e A Parisiense

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s